17 de novembro de 2014

A PÉROLA





A Pérola


Tomei teus lábios
com carinho,
valsando com a
tua língua
no palco das
nossas bocas

As mãos,
frementes
arrepiam-te
a pele do
corpo
orvalhando-o

Lentamente
escorregando
como se mergulhasse
em apneia
tomo a tua
concha e
suavemente
afasto as duas
valvas e
colho em triunfo
a tua pérola.

Hamilton Ramos Afonso