16 de junho de 2016

DUAS PELES EM FOGO...





DUAS PELES EM FOGO...



Quantas vezes fui o cordeiro do sacrifício
no altar do amor,
na ara do teu corpo,
submisso amante, 
marcado pela volúpia do teu amar,
escutando a litania dos teus gemidos de prazer
em sussurros primeiro, quase inaudiveis,
em tumulto ao aproximares-te do êxtase
para me abandonar completamente exausto...
... a pele marcada a sal e outros fluidos
prova da completa ligação química 
das duas peles em fogo...
 
Hamilton Ramos Afonso