16 de maio de 2016

NUDEZ




Nudez

 
Suavemente,
lentamente,
despoja-me,
das vestes
que a minha nudez
tapa

Arrasta-me
para o nosso ninho de amor
e sem pudores,
submete-me
usufrui do meu corpo,
como te aprouver...

Transforma
a minha fúria selvagem
fruto da minha paixão
pelo teu corpo
na mais dura submissão...
e algemado
possui-me,
navegando o meu corpo
trespassando-o
com vigor,
até que
a teus pés
eu seja
o mais submisso
dos amantes...

Hamilton Ramos Afonso

In, Amores em terra de bruma e de lava


10 de maio de 2016

DELIRO EM TI...


Art by Eric Wallis



Deliro em ti…


Gosto de te ver delirar
Quando sentes que te estou a despir
E então, se olhas no meu olhar
Espreitas todo esse meu sentir
É essa a minha vontade
Despir-te sem preconceitos
Do teu corpo sinto saudade
E também dos belos peitos
Gosto do teu andar bamboleante
Gosto de te ver insegura
Ver-te assim por um instante
É de me levar à loucura
Rio-me com esta situação
E vejo-te toda a tremer
Impregno-te da minha paixão
Colho em ti o meu prazer
Vivo-te desta maneira
Gosto muito do teu piscar
De olhos, que brincadeira
Nesse mar a marejar
Humedeces os teus lábios
E eu fico louco por os beijar
Dar-te beijos de tão sábios
Mostrar-te como é amar
A arte vive em mim
É uma constante medonha
E eu gosto de ser assim
Em mim não há peçonha

Armindo Loureiro


8 de maio de 2016

ARREPIO




Arrepio

 
Um arrepio perpassa pelas minhas costas
sempre que as tuas mãos,
leves como as penas das aves
as tocam, sabiamente, 
nos pontos que aprendeste a cadastrar
na geografia do amor...

7 de maio de 2016

UNO CORAÇÃO A NASCER


Art by Michael and Inessa Garmache


UNO CORAÇÃO A NASCER


Meu botão, flor, mulher,
Rosa, meu coração
Perfumado a teu ser...
Meu verso de paixão.

Meu céu, amor, celeste,
Azul, meu tão paraíso,
Respirado em tua veste...
Minha alma de narciso.

Meu beijo, abraço teu,
Outro tom, sonho meu,
Amado ao amanhecer...
Uno coração a nascer.

© RÓ MAR