24 de abril de 2016

DEGUSTAÇÃO AMOROSA...


Imagem: Bellissime Immagini 
 

Degustação amorosa...


Há coisas que tu escondes
Que não queres que se vejam
Provocas-me nesses “Rondes”
Numas visões que se ensejam

Fico tonto a olhar no teu olhar
Digo-te isto com muita lisura
O que escondes quero amar
Meu interior está em rotura

Rompe-se nos olhos brilhantes
Que muito me querem dizer
Às vezes por breves instantes
Eu nem sei onde me meter

São desafios constantes
O que vejo no teu olhar
Esses olhos são os amantes
Do que de mim te posso dar

Amo esse teu belo olhar
Quando ele algo me diz
Tens um corpo a degustar
Para nele me sentir feliz

E é nessa felicidade
Que eu me quero sentir
Vem a mim, vem com verdade
Que eu não te sei mentir

Armindo Loureiro


DESPERTAR DOS SENTIDOS




Despertar dos Sentidos


Desperta, no sonho os sentidos,
Aqueles! Que dão maior prazer.
Os, sublimes e bem escondidos,
Na essência humana do teu ser.

Ah, se tu conseguires despertar!
Tudo, em ti será muito diferente.
No antro sagrado do teu sonhar
Tu serás assim livre plenamente.

Joaquim Jorge de Oliveira


SINFONIA DO AMOR...




Sinfonia do amor...
 

Corpos estreitados e bem colados
fragrâncias de alfazema, jasmim,
madeiras e canela em nuvens de gotículas do suor, 
do aumento da entropia das nossas peles 
em perfeita harmonia química celebrando a lascívia
da fusão de dois desejos em tropel...

O abraço acolhe a volúpia de dois corpos em sinfonia
dos sons do sereno namoro de dois ternos olhares que 
desnudam as almas em busca do sentimento que as une
e dois pares de lábios carnudos e sedosos,
encostam-se primeiro abrem-se depois em fremente desejo e 
nas bocas transformadas em salão duas línguas bailam 
a frenética música da paixão...

No chão as roupas são testemunha de que naquela sala 
se celebrou o amor...

Hamilton Ramos Afonso


20 de abril de 2016

SÚPLICA




Súplica

 
Deixa-me percorrer as alamedas
desse teu corpo, cada curva, esquina,
beijando a tua tez macia e fina
sedosa, que me lembra as boas sedas.

Espero, meu amor, que me concedas
esse prazer - tu sabes, sou traquina – 
e a vida , grande mestra nos ensina
que rápido se vão as horas ledas

A vida, essa ilusão, é passarinho
que voa pelos céus e busca o ninho
até que um dia pare de adejar.

Nós temos para nós esse momento
que passará depressa como o vento,
pois tudo nessa vida há de passar.

Edir Pina de Barros


19 de abril de 2016

OS LÁBIOS PERFEITOS DO AMOR...


Art: decky.stokes@facebook.com


OS LÁBIOS PERFEITOS DO AMOR...


noite perene
vestida de negro
meneando-se
pelo corredor escuro
que abriga o meu segredo...
mas a manhã
ah! essa desperta fremente
e surge o teu rosto
a olhar-me de frente...
lá fora está frio
cá dentro desfaz-se o tempo
num doce arrepio
que abre em flor
os lábios perfeitos do amor...
quem disse
que não há primavera
quando o teu beijo
está ali à minha espera?

r.r. - Rosa Ralo


SONHEI-TE

´
Arte: Daniel Dell' Orfano


SONHEI-TE

Foi tão real!


Por uns momentos senti-te, 
nos meus braços, em minha cama
o perfume da tua pele 
impregnando os lençóis, unindo-se 
ao meu cheiro...

O beijo que eu te dei, pleno de saliva
quente, doce e sensual, fez-me
arder de desejo, e despertou a 
urgência da descoberta do teu corpo

Visitei, com as minhas mãos nuas, em
gestos lentos e sensuais o relevo
do teu peito, tomando-o 
em gestos serenos e macios, sentindo a
frescura de veludo da tua pele

Puxei, com ternura o teu corpo
para o meu, e tu ternamente abriste
a tua fonte da vida, ao paroxismo 
de dois corpos que se amam, com paixão,
até que ambos atingimos o clímax, jorrando em ti a 
minha seiva até à ultima gota

Acordei, e só então reparei que não passou
de um sonho.

A distância continua a colocar em nós
uma cruel barreira à necessidade de
nos cumprirmos, de em nós
fazermos vida...

Hamilton Ramos Afonso


18 de abril de 2016

ALMA ERRANTE




Alma Errante


No teu olhar, de musa, sedutor.
Deixei-me hipnotizar e seduzir,
Se me vires perdido por amor!
Não me deixes, de novo partir.

Porque não há nada tão triste.
Que minha alma aqui errante,
Refém deste corpo que existe, 
E, clama teu beijo de amante.

17 de abril de 2016

QUEREMOS SEMPRE MAIS QUE UM SINGELO VIR!





QUEREMOS SEMPRE MAIS QUE 

UM SINGELO VIR!


Crepita pelos olhares a seiva de desejo,
Que ambos sentimos ao ousar saborear
O café da manhã no doce beijo,
Queremos modelar o dia no amar!

Cresce em nós a suculenta paixão,
Que ambos provamos rompendo a manhã,
O café que nos excita reentrando o coração,
Queremos vivermo-nos no amanhã!

Palmilhamos a xícara, tateando a vibração
Que ambos desejamos emudecer,
O café que se esparze anuncia doce tentação,
Queremos o devir de estremecer!

Crepita o verniz de unhas, no momento,
Que ambos almejamos parafrasear o aplaudir,
O café que ascende aos céus em um só grito,
Queremos sempre mais que um singelo vir!

© RÓ MAR


16 de abril de 2016

CHOVE FORTE...


Art by Karol Bąk


Chove forte...


Chove forte, fortemente
Cai a chuva no meu jardim
Não posso estar contente
Por a chuva cair assim

Molha teu ventre gelado
E eu não sei como o aquecer
Teu corpo, por mim sagrado
Vejo-o frio e a tremer

São lágrimas que brotam
E escorrem em direção à foz
Para mim muito me importam
Nas tuas lágrimas perco a voz

Queria ser tua nascente
Ser rio a ir até ao mar
Tu, tem isso bem presente
Se um dia te puder amar

Da nascente até à foz
Que é o mesmo que dizer
Na tua boca perder a voz
Na tua foz, dar-te prazer

E continua lá fora a chover
Uma chuva que é tão forte
Vejo-te na vidraça, que prazer
Mas que raio, a minha sorte

Chove forte, fortemente
É o que aqui me apraz dizer
Dentro de portas tão contente
Vejo as lágrimas a escorrer

Armindo Loureiro

O TEU CORPO




O TEU CORPO


O teu corpo é meu altar,
E nos lindos olhos teus.
É, onde gosto de rezar,
E, pedir a prece a Deus.

Pois tu és a felicidade!
Que eu quero, almejar.
És a divina eternidade,
Aonde eu quero morar.

Joaquim Jorge de Oliveira

13 de abril de 2016

BEIJA-ME SEMPRE ASSIM


Imagem- J'ad' OR



BEIJA-ME SEMPRE ASSIM


Beija-me em todo o ardor;
Incendeia meu coração
Com desejo e paixão
Num cálice de amor...

Embriaga-me corpo e alma,
Rente ao meu céu da boca,
Desenha estrela flama...
Ah, teu astro... põe-me louca!

Beija-me sempre assim,
A meio da minha lua, 
Rente ao que me faz tua...
Ah, teu amor... põe-me assim!

© RÓ MAR


BEIJAR-TE É... POESIA


art by © Andrius Kovelinas Art Paintings


BEIJAR-TE É... POESIA


passear meus olhos em ti é...
colocar meus lábios nas tuas mãos
e sair sorrindo de mim em mim
levando-te nos lábios e até ti
o meu roçar-te constante
como ser inundado e amante
nos teus olhos abrilhantados
na tua tez luzidia
suor que comungamos
toda a hora e todo o dia
pois! beijar-te é... poesia.

Ana Carvalhosa


10 de abril de 2016

ENCONTRO




ENCONTRO


Deixo-me fluir em sentimentos
Em cada singular momento
Que encontro-me junto a você.
Coração em chamas
Corpos nus na cama.
Beijos loucos e carnais
Tecendo desejos iguais
Eu por você, você por mim.
Num querer que ninguém se engana.

Roupas pelo chão
Na garganta o coração
Emaranhado e intenso
No teu ventre dou-me
E nada penso.
Sou teu... Inteiramente teu!!

Mordo-te, morde-me!
Delírios apaixonados
Palavras que são fados
Murmúrios entre beijos
Você me leva... E eu deixo...
Me engole fico louco
Morde fera minha boca
Num ritmo apaixonado
O êxtase fecha o ato.
E em um mesmo olhar o reencontro
E está marcado um novo encontro!

Carlos da Costa


8 de abril de 2016

O MEU SER MODELADO EM UNO RITMO


 Gold Art - Flaminia Carloni


O MEU SER MODELADO EM UNO RITMO


Escrevo-te de corpo e alma o que és
Em meu coração; letra do meu ser
Que vê a arte em ti e a perfuma lés a lés;
Pele minha que ama além de prazer.

Escrevo-te amor e sem preconceitos
Em toda a natureza e seus defeitos;
Palavras em silêncio que palmilho,
À raiz do pensamento, assim te brilho:

Ligeireza de amor, doce paixão;
O meu desejo e o teu beijo em união;
O universo que somos, quão intimo!
O meu ser modelado em uno ritmo.

© RÓ MAR


6 de abril de 2016

UTOPIA DO DESEJO




UTOPIA DO DESEJO


 Eu quero navegar nesse teu céu
Encher o teu corpo de carinho,
Erguer no teu sonho o sonho meu,
fazer do teu caminho o meu caminho.

Não quero mais curvar-me, ser plebeu,
Ir pela vida fora tão sozinho,
Tal como um eremita ou um pigmeu
Que adormeceu num leito pobrezinho.

Fazer crescer as penas de condor,
Que no dorso dos sonhos se acentua,
Vestir-te com as plumas de uma flor.

Dar ventos aos meus ventos de bonança,
Cantando ladainhas para a lua,
Dar voz à minha voz, em nova esp'rança.

VOU-TE LEVAR AO MAR...




Vou-te levar ao mar...


Vou-te levar ao mar
Vou-te deitar no areal
E sob a areia te vou amar
E de mim fazer-te gostar
Duma forma especial

Vou-te levar ao mar
Porque lá te quero ter
Sob um barco a navegar
Na onda a dar a dar
Vais sentir todo o prazer

Vou-te levar ao mar
Num dia de Sol brilhante
E sob o Sol nos vamos amar
Quando a onda estiver a chegar
Na beleza dum instante

Vou-te levar ao mar
Num dia de lua cheia
O teu corpo quero olhar
Quero-o ver no meu olhar
É em mim que ele se enleia

Vou-te levar ao mar
Vou-te dizer um segredo
Quando a boca te encostar
Os teus lábios vou beijar
E acabar com teu degredo

Armindo Loureiro

MELANCOLIA




Melancolia...
 

Nos breves momentos 
em que no firmamento 
o dia se esconde e a noite mal começa, 
vais banhar teus olhos plenos de melancolia, 
junto ao mar que te ouve os desabafos
e onde esperas ver reflectidos no argênteo lençol de agua,
os milhões de estrelas onde buscas o brilho, 
carregado de doçura,
dos meus olhos trémulos de tanta saudade...
Em comum o sal com que se rega a ausência,
em lágrimas de saudade
e o sal do mar que nos separa...
E a melancolia toma conta de ti,
toma conta de mim, 
com o cordame e os nós da saudade 
a embargar a voz...

Hamilton Ramos Afonso

3 de abril de 2016

GUARDA-ME EM TI


Imagem - Sensualidade



GUARDA-ME EM TI


Olhar-te e assim escrever nos teus olhos
A maré de meus pensamentos
É muito mais que desejar-te!

Sentir-te e assim escrever nos teus lábios
O céu do coração em voos astrolábios
É muito mais que mero prazer!

Ter-te e assim escrever um poema
À raiz do corpo em versos de alma 
É muito mais que poesia de se ler!

Amar-te e assim dizer guarda-me em ti
Num todo teu sempre é pensar-te
Muito mais do que quando te li!

© RÓ MAR


APENAS SOMENTE ME...



Apenas somente me...


Beije me com o beijo dos anjos
Beije me com beijos de mel
Beije me com beijos de carinho
Beije me com beijo de saudade
Beije me com beijo dos apaixonados
Beije me com Beijo de quem trai seu namorado
Beije me com o beijo do jovem
Beije me como quem faz muito tempo que não beija
Beije me com ardente beijo
Beije me com boca de batom
Beije me com desejo
Beije me com seus lábios de carne
Beije me com seu pensamento
Beije me com sua paixão
Beije me com a alma
Beije me com o coração
Beije me para que eu sinta saudade de seu beijo
Apenas me beije e deixe que eu sinta seu beijo.
Deixe que eu sinta meus lábios dentro do seus
Sinta seus lábios dentro dos meus
Beije me.

Madalena Lessa