24 de setembro de 2015

AS TUAS MÃOS


Imagem - Google


" AS TUAS MÃOS "


 
Correndo plo meu corpo devagar,
Suaves, delicadas no tocar,
Que nem sei se são mãos ou se são rosas.
 
As tuas mãos amor, são mãos ditosas,
Que levam minha alma a levitar,
Que eu em êstase fico a meditar
Se haverá outras mãos mais primorosas.
 
As tuas mãos as minhas mãos beijando,
Se cruzam com odores exalando,
Se mostram na nudez de cutis fina.
 
Tremulam os teus dedos de abadessa,
Querendo merecer o que mereça
A mais nobre e fiel fémia latina!
 
Abílio Ferradeira de Brito