17 de setembro de 2015

CORAÇÕES AMANTES





CORAÇÕES AMANTES



Meu coração plo teu apaixonado,
Nesta ânsia de entrega sem igual,
Tudo o que vem depois é tão normal,
Como a chuva, que cai sobre o telhado.

O amor é paixão que nos abraça,
Renasce em cada dia, é divinal,
É ele o carburante natural
do fogo que nos queima e nos trespassa.

É feliz quem no peito sente a chama,
Que dá força e vigor para quem ama,
Dando à vida mais brilho e harmonia.

A onda é tão profunda e tão intensa,
Que nada mais existe, o amor condensa
E explode no prazer e na alegria.

Abílio Ferradeira de Brito