15 de julho de 2015

ENCONTRO


Imagem - autor desconhecido


ENCONTRO


A voz chama, as passagens desencontradas.
A distância prolonga-se o coração a transpor,
acelerando a ansiedade.
Passos descompassados na meiguice de um
abraço...
Um sorriso cativante refletidos no olhar de mar.
As palavras imprecisas, a rosa ausente...
Os olhares flamejantes, aflitos em se consumir...
O ato intacto, as mãos ardentes pendentes no
vazio do tempo que não concebemos, o amor
adiado em dias contados...
A despedida é doída dos lábios semi colados...
O retorno é moroso, a face no vidro desalento,
o calor do seu corpo esfriando, no silêncio uma
canção gravada na memória ... Estou aqui...
Do livro despencam rosas, colorindo meus caminhos...
Acolho-as comprimindo-as aos seios acalentando sonhos 
de tatuar-me em seu corpo, roubar-te a alma.

Rosely Andreassa