22 de julho de 2015

SONHOS DE VOAR...


Stanislav-Sugintas - Sensuality in Art


Sonhos de voar…



Sonhei que tinha asas
Tal e qual uma andorinha
Voando sobre as casas…

Mas que beleza de sonhar
Nessa noite que não era minha
E lá parei para vos amar!

Continuo assim a voar
Numa expectativa aparente
Quero pois vos amar
E me tornar homem contente

Mas que raio de alegria
Me viria a acontecer
É que na noite que não no dia
Tu serias essa alegria
Desta vida com prazer

Quero continuar a sonhar
Que voo nessas belas asas
Uma andorinha é de se amar
Mesmo com asas a parar
Por cima das nossas casas

Param as asas, para tudo
E o sonho assim se acaba
Acabo por ficar mudo
E até um pouco surdo
Quando o sonho me aldraba

São sonhos que são assim
Uns sonhos algo transparentes
E agora tu não me digas a mim
Que quando sonho não estou afim
Desses sonhos que são presentes

Presentes que te quero dar
Numa noite maravilhosa
Vamos lá pois nos amar
E no sonho transpirar
Deixa lá de ser vaidosa

A vaidade não me anima
Nem me torna homem matreiro
Mesmo que não saias de cima
Aquilo que no sonho te arrima
É por ser homem por inteiro

Armindo Loureiro